Top Social

Image Slider

Eles e nós

3 de dezembro de 2015

Eles têm números, ferramentas de análise e folhas de Excel. Nós temos a música, os amigos e aquela Alhambra com amendoins no bar de baixo.

Eles usam a assinatura do email do trabalho como escudo e simultaneamente arma. A posição de "Head of..." no LinkedIn é a sua maior conquista, crêem. Nós somos os que teclam furiosamente durante as 8 horas de jornada, os criativos, os que abanam a cabeça com phones a cair de podres.

Eles reúnem-se, reúnem-se muito. Discutem assuntos que, dizem, podem mudar o rumo de tudo. Nós reunimo-nos à volta dos matraquilhos ou das marmitas trazidas de casa, na copa. Discutimos a noite de ontem, a comida e os sonhos. Sonhamos. E trabalhamos, às vezes demasiado, porque queremos contribuir com algo precioso, ainda que as assinaturas de email e cargos no LinkedIn não reflitam esse bri(lh)o.

Agora eles ficam a tomar conta dos números. Nós vamo-nos embora com valores, um sentimento de dever cumprido e amor no coração.

Eles choram mas amanhã riem. Nós choramos até ao primeiro shot de tequila, depois partimo-nos a rir e vamos para a pista dançar. Quem somos não se perdeu com o poder, a ganância e a assinatura de email. Quem somos vale milhões, infinitamente mais do que as ações e investimentos deles. Nós investimos no conhecimento, na imaginação e nos sentimentos à prova de bala, que nunca serão afetados pelas flutuações do mercado.

Lá longe, eles decidem. Eles perdem. Ganhamos nós.